11/09/2017 | 21h43m

Segurança

Namorado de jovem morta em Abelardo Luz alega que tiro foi acidental

Jovem prestou depoimento nesta segunda-feira e foi liberado. Delegado vai ouvir outras testemunhas antes de terminar o inquérito

Facebook / Arquivo pessoa / Arquivo pessoa

Após prestar depoimento, o suspeito foi liberado. Ele não tinha passagens policiais. O pai do jovem contou a mesma versão. Conforme o delegado, serão ouvidas outras testemunhas para apontar se o homicídio foi culposo, quando não há intenção de matar, ou doloso. Ele também deve responder por porte ilegal de arma de fogo, que tinha a numeração raspada.